A chef Aline Chermoula é a convidada da 1ª edição da atividade Estação Famílias

Ação, que acontecerá no dia 31 de outubro no YouTube da instituição, está relacionada à programação da próxima exposição temporária “Sonhei em português!”

Você sabe como preparar um pão etíope? No dia 31 de outubro, a partir das 16h, o Museu da Língua Portuguesa, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, exibe em seu canal do YouTube a primeira edição da atividade Estação Famílias, organizada pelo Núcleo Educativo. Na estreia, o Museu vai mostrar como fazer o injera, um pão produzido a partir do teff, grão típico da Etiópia, país localizado na região conhecida como Chifre da África.  

O alimento, muito parecido com a nossa panqueca, acompanha praticamente todas as refeições desta nação africana, sendo usado como base para forrar o prato. Sobre ele são servidos os acompanhamentos, como molhos, carnes, grãos, verduras e legumes.  

Quem vai ensinar esta receita será a chef Aline Chermoula. Pesquisadora da culinária da diáspora africana pelas Américas, ela também é professora de gastronomia e já comandou a cozinha de espaços como o Bourbon Street Music e o Buffet Charlô. Atualmente, é colunista da Vogue e do site Mundo Negro, além de ser a responsável pelo canal do YouTube Chermoula Cultura e Culinária. 

Na atividade, Chermoula vai ainda falar sobre o livro infantil “Cozinheirinhos da Diáspora: Saberes e Sabores de Nossa Culinária Ancestral e Afetiva”. A obra apresenta, por meio de ilustrações e interatividades, receitas de pratos inspirados na cultura da culinária afro-ameríndia, trazendo um material que reforça laços de afetividade por meio de práticas alimentares. Uma leitura agradável para adultos e crianças. 

Organizada pelo Educativo do Museu da Língua Portuguesa, a ação Estação Famílias, voltada para o público de todas as idades, está relacionada à nova exposição temporária Sonhei em português!, que será inaugurada em 12 de novembro. Com curadoria de Isa Grinspum Ferraz, a mostra aborda a questão da migração do século XXI, revelando como tal experiência é atravessada pela questão da língua. 

SOBRE O MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA
A reconstrução do Museu da Língua Portuguesa é uma realização do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo, e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, concebida e realizada em parceria com a Fundação Roberto Marinho. A EDP é patrocinadora máster e os patrocinadores são Grupo Globo, Itaú Unibanco e Sabesp – todos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O apoio é da Fundação Calouste Gulbenkian.   

A Temporada 2021 do Museu conta com patrocínio do Grupo Volvo e do Itaú Unibanco, apoio da Booking.com e do Grupo Ultra e das empresas parceiras Cabot, escritório Mattos Filho, Faber-Castell, Verde Asset Management e Bain&Company. Rádio CBN, Revista Piauí e Guia da Semana são seus parceiros de mídia. O IDBrasil Cultura, Educação e Esporte é a Organização Social responsável pela sua gestão. A Temporada é realizada pelo Ministério do Turismo, por meio da Lei de Incentivo à Cultura.  

A exposição temporária Sonhei em português!, em cartaz a partir de 12/11, conta com patrocínio do Grupo Volvo e apoio do escritório Mattos Filho, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. 

Serviço
Estação Famílias convida Aline Chermoula
Dia 31 de outubro, às 16h
No YouTube do Museu da Língua Portuguesa
Grátis 


Exposição temporária “Sonhei em português!”
A partir de 12 de novembro 
R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) 
Grátis para crianças até 7 anos 
Grátis aos sábados 
Acesso pelo Portão A (em frente à Pinacoteca) 
Venda de ingressos pela internet
 

Museu da Língua Portuguesa 
Praça da Luz s/n – Luz – São Paulo 
De terça a domingo, das 9h às 16h30 (permanência até 18h)

Translate »
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras