Exposição Itinerante “Estação da Língua” – 2016

A mostra itinerante do Museu da Língua Portuguesa retomou viagem em 2016. A exposição foi apresentada em três cidades do Estado de São Paulo: Araraquara, Pirassununga e Campinas.

Período: 2016

Depois de passar por sete cidades entre 2013 e 2014, a exposição itinerante “Estação da Língua” retomou viagem como parte das atividades desenvolvidas pelo Museu da Língua Portuguesa paralelamente à sua reconstrução, e fazendo jus à proposta que lhe deu origem: seu acervo é a língua viva, falada por todos os povos de lusófonos, nos seus mais variados sotaques.

Nos anos anteriores a mostra recebeu quase 70 mil visitantes ao passar por Santos, Registro, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e São Bernardo.

Reproduzindo o conceito central do Museu da Língua Portuguesa, a “Estação da Língua” teve interatividade e tecnologia como veículos para apresentar o idioma. Foram mais de 300 metros quadrados de área expositiva, com destaque para o Mapa dos Falares, que exibia a singularidade do português falado em diferentes regiões do Estado de São Paulo.

Em cada cidade por onde passou, a exposição foi montada em um espaço cultural apropriado e, nele, o percurso acontecia por seis áreas expositivas.

A estrutura de recepção e de acolhimento baseou-se em um conjunto com forte apelo visual, que abrigava projeção de breves textos literários especialmente escolhidos para a itinerância. Em um ambiente imersivo, três frases promoviam o início dessa viagem pela história da língua portuguesa: “Quem não vê bem uma palavra, não pode ver bem uma alma”, de Fernando Pessoa; “Penetra surdamente no reino das palavras”, Carlos Drummond de Andrade; e “Como é que chama o nome disso”, de Arnaldo Antunes; interpretadas pelos atores Paulo Betting, Julia Lemmertz e Deborah Evelyn. Painéis de LED vermelho reproduziam o que estava sendo ouvido.

Uma grande escultura de caixas apresentava o Museu da Língua Portuguesa e, de lá, o público seguia para o ‘desembarque’, formado por um painel gráfico com as origens da língua e um vídeo/animação, apresentando as conquistas e a expansão ultramarina de Portugal até o ano de 1500 – quando ocorreu a chegada dos portugueses no Brasil. Esta seção incluiu um terminal multimídia que permite ao visitante escutar os vários sotaques do português pelo mundo.

A terceira área expositiva partia da Linha do Tempo, consagrada no Museu da Língua Portuguesa, com a evolução do idioma no Brasil até a atualidade. O visitante seguia para terminais com telas sensíveis ao toque que apresentavam a relação do português com outros idiomas, como as línguas indígenas e africanas, e também as influências dos imigrantes europeus em solo brasileiro.

O passeio se aproximava do fim com o Mapa dos Falares Paulistas, que apresentava um vídeo com habitantes de cinco cidades, ressaltando as particularidades linguísticas de cada região. A parada final destacava em projeções a presença diversificada da língua portuguesa no dia a dia do brasileiro, até mesmo em sonhos, com a apresentação de dois vídeos – Culinária e Danças.

Toda estrutura foi transportada de uma cidade a outra em caminhões, pois a Estação da Língua foi pensada de maneira a possibilitar a desmontagem e reaberta ao público em outro município em até sete dias.

A realização foi do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura; do IDBrasil Cultura, Educação e Esporte, organização social de cultura que gere o Museu da Língua Portuguesa; e da Arquiprom, proponente e produtora do projeto viabilizado por meio do Ministério da Cultura via Lei de Incentivo Fiscal do Programa da Ação Cultural (Proac) da Secretaria Estadual de Cultura.

Em Araraquara e Pirassununga, a mostra contou com patrocínio da Panco e apoio da Tim e apoios locais da Prefeitura do Município de Araraquara e da Prefeitura do Município de Pirassununga. Em Campinas, o patrocínio foi da CPFL Energia e o apoio local do Galleria Shopping.

Araraquara, SP
4 de março a 2 de abril de 2016
Palacete das Rosas Paulo A.C. Silva

Pirassununga, SP
12 de abril a 14 de maio de 2016
Centro de Convenções Prof. Dr. Fausto Victorelli (Av. Painguás, 2014 – Jardim do Lago)

Campinas, SP
15 de setembro a 16 de outubro de 2016
1º Piso do Galleria Shopping

EstaçãoLínguaPortuguesa
Débora Holtz_Prefeitura Tatuí (66)
Débora Holtz_Prefeitura Tatuí (93)
Débora Holtz_Prefeitura Tatuí (94)
previous arrow
next arrow
 
Translate »
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras