Debate com o antropólogo Eduardo Sarmento acontece dia 4/11

Evento, que seria realizado no dia 26 de outubro e que faz parte da série de encontros virtuais A Palavra no Agora: Conversas, precisou ser adiado; convidado vai falar sobre o papel da poesia e da escrita como acolhimento em tempos de pandemia 

O debate com o antropólogo Eduardo Sarmento, promovido pelo Museu da Língua Portuguesa, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, já tem nova data para acontecer: dia 4 de novembro, às 19h, pelo YouTube e Facebook do Museu. O evento, que faz parte dos encontros virtuais A Palavra no Agora: Conversas, deveria ter acontecido no dia 26 de outubro, mas precisou ser adiado por questões de agenda. 

No bate-papo, com mediação de Marília Bonas, diretora técnica do Museu da Língua Portuguesa, Sarmento vai falar sobre o papel da poesia e da escrita como acolhimento em tempos de pandemia. 

Também gestor cultural e pesquisador do Observatório de Museus e Patrimônios Culturais, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Sarmento ainda pretende abordar o papel das instituições culturais em meio à pandemia, que só no Brasil matou mais de 600 mil pessoas e mudou completamente o ritmo de vida de milhares de outras. Qual seria então a função dos responsáveis pelos museus nesse contexto e de que modo esses locais podem trazer uma espécie de acalento em um momento tão difícil?  

Realizados pelo Museu da Língua Portuguesa, os encontros virtuais do A  Palavra no Agora promovem debates a respeito de questões contemporâneas que envolvem justamente a língua portuguesa. A transmissão do evento ocorre por meio das redes sociais do museu, como o YouTube e também o Facebook. As conversas fazem parte do projeto “A Palavra no Agora”, lançado em julho de 2020, que reúne textos de variados formatos, produzidos por colaboradores de todo o Brasil e disponibilizados gratuitamente em noagora.museudalinguaportuguesa.org.br.  

A série de lives A Palavra no Agora: Conversas tem patrocínio do Itaú Unibanco, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.      

SOBRE O MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA  
A reconstrução do Museu da Língua Portuguesa é uma realização do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo, e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, concebida e realizada em parceria com a Fundação Roberto Marinho. A EDP é patrocinadora máster e os patrocinadores são Grupo Globo, Itaú Unibanco e Sabesp – todos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O apoio é da Fundação Calouste Gulbenkian.    

A Temporada 2021 do Museu conta com patrocínio do Grupo Volvo e do Itaú Unibanco, apoio da Booking.com e do Grupo Ultra e das empresas parceiras Cabot, escritório Mattos Filho, Faber-Castell, Verde Asset Management e Bain&Company. Rádio CBN, Revista Piauí e Guia da Semana são seus parceiros de mídia. O IDBrasil Cultura, Educação e Esporte é a Organização Social responsável pela sua gestão. A Temporada é realizada pelo Ministério do Turismo, por meio da Lei de Incentivo à Cultura.   

Serviço
A Palavra no Agora: Conversas convida Eduardo Sarmento
Dia 4 de novembro, às 19h 
No YouTube e no Facebook do Museu da Língua Portuguesa 
Grátis  

Museu da Língua Portuguesa    
Praça da Luz s/n – Luz – São Paulo    
De terça a domingo, das 9h às 16h30 (permanência até 18h)

Translate »
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras