Instalação O Conto da Ilha Desconhecida homenageia José Saramago 

Visitação à barca inflável, criada pela companhia Pia Fraus e inspirada no livro de mesmo nome do autor português, é gratuita e vai até 24 de julho; obra ocupa o Saguão B do Museu da Língua Portuguesa   

Uma enorme barca inflável ocupa o Saguão B do Museu da Língua Portuguesa, instituição do Governo do Estado de São Paulo. A obra, criada pela companhia Pia Fraus, é livremente inspirada no livro “O Conto da Ilha Desconhecida”, de José Saramago, e fica em cartaz, gratuitamente, até 24 de julho. 

A Instalação O Conto da Ilha Desconhecida é mais uma homenagem que o Museu da Língua Portuguesa faz ao centenário do escritor, o único em língua portuguesa a receber o Nobel de Literatura. 

O projeto tem como foco as crianças e jovens, que, muitas vezes, não são considerados leitores da obra de Saramago. Ele é o autor de clássicos como “A Caverna” e “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”. A ideia da instalação é proporcionar uma experiência cenográfica imersiva, que poderá ser usufruída de forma lúdica pelo público, principalmente as crianças.   

Todo o ambiente do Saguão B foi construído e desenvolvido pela companhia teatral Pia Fraus, que tem uma trajetória reconhecida de performances para o público infantil. Durante todo o período de exposição, será promovida uma série de oficinas e atividades, dialogando com a barca cênica e as temáticas abordadas em “O Conto da Ilha Desconhecida” e outras obras de Saramago.  

Abertura
A inauguração da Instalação O Conto da Ilha Desconhecida aconteceu no sábado, dia 7 de maio, em uma cerimônia com a presença da jornalista Pilar del Río, presidenta da Fundação José Saramago; do presidente da Assembleia da República de Portugal, Augusto Santos Silva; do secretário de Estado da Cultura de São Paulo, Sérgio Sá Leitão; do governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia; e de vários embaixadores de países lusófonos no Brasil, incluindo o de Angola, Florêncio Mariano da Conceição de Almeida, representando também a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. 

Em sua fala, Pilar, viúva de Saramago, relembrou uma carta escrita pelo autor em 1962, na qual falava sobre sua vontade de imigrar para o Brasil. Ela também comentou sobre a última visita de Saramago ao Brasil, à época para divulgar “A Viagem do Elefante”, livro lançado em 2008. “Ele sabia que tinha pouco tempo de vida e, de alguma forma, se despedia dos amigos ao encontrá-los”. O autor morreu em junho de 2010. 

Florêncio, por sua vez, disse que a homenagem do Museu a Saramago representava um momento único, uma vez que os seres humanos estão, de fato, no mesmo barco. “Estamos todos em um local seguro, mas sempre em busca do novo”, disse ele, fazendo uma analogia à história de “O Conto da Ilha Desconhecida”. 

“Trata-se de uma homenagem merecida a Saramago, um escritor que levou a língua portuguesa para todos os cantos do mundo”, afirmou João Marques da Cruz, CEO da EDP, patrocinadora máster da reconstrução do Museu da Língua Portuguesa. 

Secretário de Estado da Cultura de São Paulo, Sérgio Sá Leitão reiterou o compromisso do Museu da Língua Portuguesa, por meio de projetos como a Instalação O Conto da Ilha Desconhecida, em enaltecer a língua portuguesa, principal elo da cultura lusófona. “Nos orgulhamos dos feitos alcançados pelo Saramago, cuja obra permanece viva e atual por meio de seus leitores”. 

“Se existe alguém que orgulha a língua portuguesa, este é Saramago, que instiga o ser humano a buscar os seus sonhos”, disse o governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, também presente no evento. 

Logo após a cerimônia, a companhia Pia Fraus, responsável pela barca inflável, realizou uma apresentação teatral para os convidados e o público em geral, tendo como base a história do livro “O Conto da Ilha Desconhecida”. 

A Instalação O Conto da Ilha Desconhecida é uma parceria do Museu da Língua Portuguesa com a Fundação José Saramago, que apoia as ações do centenário do autor em todo o mundo, o Instituto Camões e a Companhia das Letras, editora de Saramago no Brasil.

SERVIÇO    
Instalação O Conto da Ilha Desconhecida
Em cartaz até 24 de julho 
Terça a domingo, das 9h às 18h
Saguão B do Museu da Língua Portuguesa
Grátis  

Museu da Língua Portuguesa    
Praça da Luz s/n – Luz – São Paulo    
De terça a domingo, das 9h às 16h30 (permanência até as 18h)    
R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia)    
Grátis aos sábados    
Grátis para crianças até 7 anos    
Ingressos na bilheteria e pela internet    

Translate »
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
 
O conteúdo do nosso site pode ser acessível em Libras usando o VLibras